Pular para o conteúdo principal

Postagens

FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA

Informes sobre o Fórum Mundial da Água e  sobre o Fórum Alternativo Mundial da Água


1.O 8° Fórum Mundial da Água – FMA acontecerá em Brasília entre os dias 18 a 23 de março de 2018. O Fórum Mundial da Água terá todo o apoio do governo local (GDF) e do governo federal através da Agencia Nacional de Águas - ANA. Estimam-se reunir em torno de 30 mil pessoas (empresários e representantes de governos e das instituições da ONU entre outros) em Brasília.
2.O evento é organizado pelo Conselho Mundial da Água, instituição que reúne cerca de 400 organismos internacionais, governamentais, da sociedade civil, do setor privado e da academia. Essas entidades estão espalhadas por aproximadamente 70 países. Além destes, figuram como membros do Conselho, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura - FAO, o Banco Mundial; o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos - ONU-HABITAT e a Conven…
Postagens recentes

MEIO AMBIENTE

ATIVISTAS DO WWF VISITAM A REGIÃO DO MATOPIBA A visita à região acontece entre o final de novembro e início de dezembro de 2017. Nesta ocasião os ativistas do WWF se encontram com lideranças indígenas, quilombolas e pequenos trabalhadores rurais para tratar sobre o avanço do PDA Matopiba e as ameaças que esse projeto representa para essas comunidades e seus territórios. A exemplo da primeira vez, a comitiva do WWF visita cidades, fazendas, assentamentos, pequenos produtores rurais, comunidades indígenas e quilombolas nos Estados de Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia, região de abrangência do Matopiba. Os ativistas que compõem a comitiva querem saber ainda como acontece o cultivo de grãos (especialmente a soja) nessa região de Cerrado. A visita a aldeia Patizal, na terra indígena Apinajé, localizada no Norte de Tocantins ocorreu na manhã do dia 27/11/17, segunda-feira.
Associação União das Aldeias Apinajé - Pempxà

AGROEXTRATIVISMO

O VI Encontro das Mulheres Apinajé será realizado no período de 12 a 16 de dezembro de 2017 na aldeia Bacabinha, no município de Tocantinópolis - TO. O Encontro debaterá as práticas, os usos e aproveitamentos da palmeira babaçu nas comunidades Apinajé. Esse é mais um evento realizado povo Apinajé, desta vez em parceria com as prefeituras de Maurilândia e Cachoeirinha.

CARTA DO 3º ENCONTRO TOCANTINENSE DE AGROECOLOGIA

CARTA DO III ENCONTRO TOCANTINENSE DE AGROECOLOGIA No III Encontro Tocantinense de Agroecologia, realizado no período de 23 a 26 de novembro de 2017, na aldeia Cipozal, terra indígena Apinajé, município de Tocantinópolis, Tocantins, tivemos relevante participação de povos indígenas, camponeses, quilombolas, quebradeiras de coco e suas organizações representativas vindos de assentamentos, aldeias, quilombos e cidades do Estado do Tocantins. A chegada das caravanas vindas de todas as regiões do Tocantins e de outros Estados, à aldeia Cipozal aconteceu na tarde do dia 23.O III Encontro Tocantinense de Agroecologia é uma importante conquista e realização desses lutadores e lutadoras, protagonistas da resistência camponesa e indígena na região Norte de Tocantins, mais conhecida como “Bico do Papagaio”. Nas décadas de 1970 e 1980 essa região foi palco de intensas lutas dos trabalhadores(as) rurais e das quebradeiras de coco. Naqueles tempos sombrios de violência e opressão, para não entregar…

AGROECOLOGIA

III Encontro Tocantinense de Agroecologia será realizado na aldeia Cipozal       As condições precárias e a manutenção das estradas vicinais de acesso à aldeia Patizal, não foram resolvidas a tempo e o III Encontro Tocantinense de Agroecologia, não será mais realizado naquela comunidade, conforme ficou decidido.         Entre os dias 05 a 11 de novembro de 2017, após avaliação das condições daquelas estradas, as lideranças Apinajé e parceiros do CIMI, que fazem parte da Comissão Organizadora em comum acordo decidiram que o Encontro será realizado na aldeia Cipozal na data prevista, ou seja, nos dias 23 a 26 de novembro de 2017.        Na semana passada as lideranças Apinajé e membros da Comissão Organizadora do Encontro tentaram uma conversa com prefeito Paulo Gomes de Sousa para solicitar recuperação do trecho mais critico da estrada, mas foram informados que o mesmo estava viajando. Na conversa que tiveram com o Sr. Salomão, secretario de Agricultura, o mesmo afirmou que a prioridade d…

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

COP 23: Survival pede maior presença indígena na conferência climática3 de novembro de 2017
A Survival International está pedindo que os líderes mundiais reconheçam o papel crucial que os povos indígenas possuem na preservação do meio ambiente, nas vésperas da conferência COP 23 em Bonn, na Alemanha. A conferência, que será realizada entre 6 e 17 de novembro, ocorre em seguimento às discussões sobre mudanças climáticas em Paris em 2015, e trará representantes governamentais e ativistas do mundo inteiro, incluindo indígenas, para discutir temas relacionados ao meio ambiente. Indígenas brasileiros protestam na Europa pelos seus direitos © Survival International A Survival lidera o apelo global por um modelo de conservação do meio ambiente que respeite os direitos dos povos indígenas. Isso tem sido crescentemente reconhecido por autoridades internacionais, como a Relatora Especial da ONU sobre os direitos dos povos indígenas, Victoria Tauli-Corpuz.

Davi Kopenawa, um xamã Yanomami conhecid…

MOBILIZAÇÃO INDÍGENA

Líderes indígenas pedem o fim do “genocídio” dos indígenas isolados O xamã Yanomami Davi Kopenawa, que assinou a carta aberta alertando de um genocídio ocorrendo no país. © Fiona Watson/Survival Três líderes indígenas eminentes denunciaram o ataque conjunto do governo contra os direitos indígenas como “genocida.” Davi Kopenawa Yanomami, xamã e líder da tribo dos Yanomami em Roraima, Raoni Metuktire, líder Kayapó, e Sonia Bone Guajajara, ativista e líder Guajajara, publicaram uma carta aberta. Na